segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Muitos milagres!


''Ai de ti Corazim!Ai de ti Betsaida!Porque sem em Tiro e em Sidom fosse feito os prodígios que em vós ,se fizeram,há muito que se teriam arrependido,com saco e com cinza!por isso eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom no dia do juízo do que para vós.
''-Mateus 11:21-22
Em primeiro lugar quero pedir perdão pela longa ausência..mas como alguns de você já podem imaginar,tive meu bebê,o que me afastou um pouco da loja,onde fica meu computador pessoal,de onde escrevo no blog.
Neste meio tempo sem escrever,o Senhor tem ministrado vários textos  bíblicos ao meu coração,ás vezes posto pequenas reflexões no Face baseada nestes textos,aproveitando as facilidades do celular;mas este,que foi ministrado a mim no último fim de semana,quero deixar registrado aqui.
Grande temor me causou esta mensagem!Aqui Jesus falava de cidades onde ele havia passado mais tempo durante seu ministério e executado a maior parte de seus milagres.Isto seria motivo suficiente para deixar as testemunhas e os receptores de tais milagres maravilhados,impactados,tornando-os fiéis adoradores ao Senhor e propagadores dos seus feitos.Mas não foi o que aconteceu,logo se desviaram,ingratamente.
Ao abrir esta palavra porém,grande temor se apoderou de mim,foi como se eu mesma fosse posta  na posição de Corazim e Betsaida,pois se há algo que não posso negar,é a quantidade de milagres e orações respondidas que Deus liberou sobre mim.Foram livramentos de morte,mudança de cativeiro,bençãos na área sentimental,revelações e depósitos de dons ministeriais,bençãos materiais..enfim..tudo aquilo que infinitas vezes já testemunhei por aqui e coisas outras que talvez até tenha me esquecido de testemunhar.
Apesar disto,como ser humano falho,quem sabe eu ainda não reaja a tais milagres como deveria?!Quem sabe se outros servos,se houvessem provado ao menos a metade deles,não teriam se deixado gastar muito e muito mais?
É certo que longos anos de caminhada,também me causaram desilusões e traumas,mas nunca foi Deus quem os causou,e sim os homens e seus esteriótipos religiosos;por isso não há em mim qualquer direito ou desculpa para esfriar,esmorecer,renunciar minha fé ou deixar de cumprir meu chamado e dever de obediência á Sua Palavra.Quando isto acontece,o natural não é deixar-se vencer por tais provas e tentações,mas sim sair delas mais forte e com novos testemunhos pra contar.
Sei que estou vivendo novidades de Deus,coisas maravilhosas,e decido por mim mesma-antes que seja tarde- tomar mais cuidado com minha fé,com meu servir,com minha disposição em obedecer;sempre é necessário,preciso e possível melhorar,sempre é necessário vigiar.
Não sei o que me aguarda ministerialmente falando,mas não quero agir como Cafarnaum e Betsaida,quero viver na plenitude da graça,reconhecendo o autor de meus milagres e me gastando em seu serviço e adoração até sua volta.
Que esta mensagem te leve também a refletir e vigiar,abraço e paz!

Esta postagem é patrocinada por:
www.chocolateemorango.loja2.com.br
 Para comprar meu livro  clique aqui

sábado, 21 de junho de 2014

Entre o velho e o novo,alguém especial.


Ontem tive um tempo a sós com o Senhor,tempo precioso,e pequeno ainda,comparado ao tanto que eu poderia estar  me dedicando á oração,e preciso.
Mas neste tempo,após orar,pude meditar em duas passagens bíblicas;a primeira falava do nascimento de Obede,pai de Jessé,pai de Davi,da descendencia de Rute,através de sua nora Noemi.
Depois de perder o marido e os dois filhos ainda moços,embora já casados,Noemi chegou a pedir que lhe chamassem de Mara,pois sua vida tornara-se amarga( este é o significado do nome Mara).Porém Deus não lhe havia desamparado como ela pensava,nem seria aquele o desfecho de sua história.O Senhor deu a ela uma nora maravilhosa:Rute,que tinha tudo para ir embora quando o marido morreu,mas preferiu ficar com a sogra até o fim e cuidar dela.Rute,na insistência de Noemi para que fosse viver sua vida sem se preocupar mais com ela,foi autora de uma das mais  leais e belas frases da Bíblia-na minha opinião:
''Não insista para que eu te deixe,e de ti me afaste;para onde quer que tu fores,eu irei;onde passares a noite,ali eu passarei;o teu povo é o meu povo e o teu Deus é o meu Deus.
Onde quer que fores sepultada,ali também eu serei ;
retribua-me Deus em dobro,se outra coisa,a não ser a morte,me separar de ti.''''Rute 1:16-17
Bem,Rute,para sustento próprio e da sogra,foi buscar alimento nos campos de um homem chamado Boaz.Havia uma lei determinada pelo próprio Deus nos dias de Moisés quando ainda escrevia as Tábuas da Lei em Israel,que os donos de campos não deveriam mandar seus empregados recolher o alimento que caísse no chão,mas deixasse para os estrangeiros,órfãos e viúvas recolherem..
''Quando em teu campo colheres a tua colheita,e esquecerdes uma parte no campo,não tornarás a buscá-la;para o estrangeiro,para o órfão e para a viúva será,para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda obra de tuas mãos.
Quando sacudires a tua oliveira,não tornarás a sacudir os ramos para que caia mais,para o estrangeiro,para o órfão e para a viúva será.
Quando vindimares a tua vinha,não tornarás atrás de ti a remexê-la;para o estrangeiro,para o órfão e para a viúva será,lembrando-se tu de que um dia fostes servo no Egito,por isto lhe dou tais ordens.'1'-Deuteronomio24:19-22 
Boaz fez mais que isto:ordenou a seus empregados que desse o melhor para Rute,pois conhecia sua fama de mulher virtuosa e o que fizera pela sogra.
''E levantando-se ela para colher,Boaz deu ordem á seus moços dizendo:Até entre as gavelas deixe que ela colha,e não a atrapalhem;e deixe cair propositalmente alguns punhados para que ela possa catá-los e ninguém a proíba.''Rute 2:15-16
Deus estava na direção de tudo,Boaz não era apenas um bom homem,era o segundo parente mais próximo do marido morto de Rute e havia também outra lei determinada por Deus nos dias de Moisés,que dizia que caso um homem morresse antes de ter filhos por exemplo,seu irmão ou seu parente mais próximo deveria casar-se com a viúva,e o primeiro filho que nascesse desta união seria considerado descendente não do atual marido,mas do falecido ;o parente mais próximo também teria a obrigação e o direito de cuidar dos bens e das terras do morto,seria o RESGATADOR((aquele que recupera,que salva).
''Quando irmãos morarem próximos e algum deles morrer e não tiver filhos,então a mulher do defunto não se casará com outro homem de fora,seu cunhado se tornará seu marido e cumprirá para com ela as obrigações;E o primeiro filho a quem ela der a luz estará no nome de seu irmão morto,para que seu nome não se apague em Israel.''Deuteronômio 25:5-6 
E assim Boaz e Rute se casaram,dando a Noemi como descendente á Obede,que foi pai de Jessé,que foi pai de Davi ,o rei mais importante de Israel,até a vinda do próprio Cristo pela sua linhagem.(*confira a genealogia completa em Mateus capítulo 1)
Você pode ler em detalhes toda a história na própria Bíblia,digo que vale a pena,e que não é difícil,já que o livro de Rute tem apenas 4 capítulos.
A segunda passagem bíblica que li,falava sobre Ana,esposa de Elcana.Era uma mulher muito amada por seu marido,que tinha também outra esposa,chamada Penina(naqueles tempos isto era permitido em Israel).A Bíblia diz que Penina vivia a provocar Ana porque conseguia gerar filhos e Ana não.Isto,nos tempos antigos ,era a maior das vergonhas para qualquer mulher.
Ana porém,levou ofertas ao Senhor ao templo,chorou angustiosamente e lhe fez o voto de que se Deus lhe desse um filho,consagraria este filho assim que fosse desmamado a serviço do templo,Deus ouviu a sua oração,deu a ela Samuel,ela cumpriu sua promessa,entregou o filho ao profeta Eli assim quando foi desmamado passando a vê-lo apenas uma vez por ano,quando subia á Jerusalém a oferecer sacrifícios..em troca disto,Deus lhe deu mais 5 filhos,e inspirada nesta vitória,ela foi autora de um dos mais belos cânticos da Bíblia,na minha opinião,vou deixar aqui apenas um trecho:
''O Senhor é o que tira a vida e a dá,faz descer á sepultura e faz tornar a subir dela.
O Senhor empobrece e enriquece;abaixa e também exalta.
Levanta do pó o pobre e do esterco exalta o necessitado para o fazer sentar-se com os príncipes do seu povo,para o fazer herdar um trono de glória..''1Samuel 2:6-8
Bem,tudo o que foi citado acima é muito,muito inspirador,mas para mim,neste meu momento gravídico(34 semanas de gestação completadas hoje),o que mais me chamou a atenção,semelhante nas duas histórias,foi a chegada de uma criança,mudando toda a situação e a vida das pessoas a sua volta.
Noemi,com os filhos e maridos mortos,jamais pensara que poderia ter a alegria de tornar-se avó,carregar um bebê nos braços,e muito menos que este bebê seria peça importante na descendencia de Jesus,mas teve oportunidade de viver tudo isto,graças a lealdade de Rute.
Ana,mulher estéril,confiando em Deus foi abençoada,abriu mão da convivência com o filho desde pequenino(talvez dois ou três anos de idade),mas Deus deu a ela a graça de gerar tantos outros,calando a boca de sua competidora definitivamente e honrando-a perante todos.
Assim me sinto com a gestação que estou vivendo.Faltam 27 dias para João Pedro nascer.Descobri estar grávida no momento que perdia algo importante para mim:no momento em que perdíamos a direção pastoral do ministério na cidade de Elisiário.Era a motivação que nos movia,a resposta de Deus após anos de espera e foi uma facada em meu peito perceber que nada saiu de acordo com nossas espectativas embora houvéssemos nos empenhado tanto e agido diligentemente,com amor e temor.
Se não fosse esta gravidez,seria difícil manter-me motivada para qualquer coisa na vida,mas Deus tem me dado motivos novos para sorrir,e mostrado que não há ministério maior que a família da gente.João Pedro tem sido a linha de divisa entre o antes e o depois,entre o velho e o novo,entre as percas e as vitórias da minha vida,percas e vitórias que não escolhi,mas que o próprio Deus ,por algum motivo,escolheu para mim.
Sinceramente,não tenho pensado muito na vida ministerial ultimamente,tudo o que vivi deixou sequelas e marcas que serão tiradas por Deus no tempo determinado .Todas as minhas forças agora estão voltadas para as pessoas que amo e que me amam:meu marido,filhos,mãe,irmãs,cunhados e sobrinhos.
Espero e peço a Deus constantemente,que Gabriel Asafe e João Pedro Barcelos,sejam dois grandes homens de Deus,ousados e usados em santidade por Ele em seus dias;se for só este meu ministério,já terei deixado minha marca na história..Gabriel..filho de Alessandra,serva do Deus vivo.João Pedro,homem de Deus,cheio do Espírito Santo,filho de Alessandra,serva do Senhor.
Imperfeita,comum,..mas sempre Dele, com ministério ativo e visível,ou numa vida comum, é isto que sou.
*Abraço e paz!



Esta postagem é patrocinada por:
www.chocolateemorango.loja2.com.br
 Para comprar meu livro  clique aqui

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Eu tenho ordenado..


''E há de ser que beberás do ribeiro,e eu tenho ordenado aos corvos que ali te sustentem.''1Reis 17:4
''Levanta-te e vai a Zarefate,que é de Sidom,e habita ali;eis que eu ordenei ali a uma mulher viúva que te sustente.''1 Reis 17:9

Esta Palavra da parte do Senhor,me veio agora á tarde,enquanto eu meditava nas maravilhosas bênçãos que estão sendo derramadas sobre mim durante esta gestação.
Desde que me vi grávida,ainda estávamos no início do ano,na campanha familiar,fui muito sincera mencionando em oração junto com meu esposo e com meu filho Gabriel Asafe,que desejava que esta gravidez marcasse um tempo de restituição,pois da primeira vez,embora eu estivesse recebendo o meu filho Gabriel,como uma bênção inigualável,foi uma época de muitas percas e apuros financeiros.
Gabriel tinha apenas 15 dias e fui obrigada a fechar minha loja(a primeira que tive),simultaneamente Alex teve um acidente no trabalho que o fez ser mandado embora;nos mudamos para uma casa muito pior  daquela que moramos quando nos casamos,e por fim seguiu-se uma série de coisas que nos levaram a um tempo de humilhação e miséria que perdurou 4 anos
Na campanha familiar deste ano,pedi que desta vez,meu segundo filho chegasse num tempo de prosperidade e conforto,que o Senhor preparasse para nós uma casa melhor,maior,com 3 quartos para receber o novo membro da família,que o Alex fosse promovido,que meus móveis fossem trocados,que eu pudesse ter meu filho por um plano particular,já que tive o Gabriel pelo SUS.
Provavelmente já comentei aqui no blog,que na verdade Deus não gosta muito de me dar dinheiro em espécie,ou seja,geralmente,no que se trata de bens materiais,mesmo tendo a loja e o livro,Ele sempre usa pessoas para me abençoar,dificilmente meu próprio trabalho,que não rende para isto.Minha loja ou meu livro nunca foram a fonte da minha prosperidade para bens maiores,mas sim pessoas da minha família  a quem Deus concede o dom da prosperidade mesmo não sendo ainda convertidos,e depois usa para nos abençoar.Talvez ,pode ser que eu me encaixe na oração de Agur
''Duas coisas te pedi,não me negues antes que eu morra:(1)Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa;
(2)Não me dês nem a pobreza ,nem a riqueza:mantenha-me no pão da minha porção acostumada;para que estando farto eu não passe a negar-te dizendo:Quem é o Senhor?Ou,empobrecendo,não passe a roubar e abra mão do nome de Deus.''-Provérbios 30:7-9
,a qual mencionei a duas postagens atrás,não sei,um dia saberei.
Verdade é que Deus tem feito tudo perfeito a seu tempo,faltam cerca de 7 semanas para o João Pedro nascer,Alex foi transferido para um setor onde ganhará um pouco mais,o enxoval do João Pedro esta quase pronto,o quarto comprado ,lindo e completo,junto dele um enxoval todo personalizado que eu jamais teria se dependesse das minhas condições;nos mudaremos em breve para uma casa,onde minha irmã mais nova mora hoje até que a casa que ela herdou da avó que veio infelizmente a falecer este ano,seja reformada e ela se mude para lá.A casa onde vamos morar é linda,tem 3 quartos inclusive, conforme pedi em oração.Minha cesária também já está paga.Recentemente ganhei da minha mãe e irmã mais velha(responsáveis por todas as coisas descritas acima)no dia das mães um jogo de armário de cozinha,lindo,do jeito que eu queria,porque um dia desses, minha irmã (que raramente vai até minha casa)foi até lá e percebeu que meu armário estava bastante envelhecido.O armário já chegou,mas será montado apenas na casa nova.
Eu agradecia tudo isto,quando para confirmação o Senhor usou a passagem bíblica e os versículos extraídos que postei no inicio desta mensagem.As palavras que mais me chamaram a atenção foi''eu tenho ordenado a um corvo'' e ''eu ordenei a uma viúva.''
Como aconteceu com Elias,muitas vezes o cristão fica dependente da ajuda de outros para ser abençoado,para ser suprido..mas em tudo,Deus deixa claro:a ordem partiu dele,Ele é quem move as peças e os corações a nosso favor.
Ser alimentado por um corvo,que geralmente,temos como aquele que costuma ''gorar'' o que está morrendo para poder se alimentar,é no mínimo inusitado.Depois Elias foi socorrido por uma viúva  com filho que estava também em crise,quase morrendo em meio a ela.Vemos porém que a medida que a viúva abençoou Elias,não faltou farinha nem azeite por todo o período sem chuva que aquele povo viveu,ou seja,a salvação foi para ele,mas também para ela e o filho por tê-lo abençoado.
Sei que tenho uma família maravilhosa,digna de mérito como poucas;e que muitos podem pensar que este é o fato central das bençãos que recebi nos últimos meses,na verdade tenho me sentido amada e cuidada como nunca,por meu marido,por meu filho,por minha mãe,e irmãs, mas embora o mérito seja deles,a glória devolvo a Deus, pois tenho visto o milagre que Ele tem feito,atendendo em detalhes minha oração,ordenando sobre mim as bençãos que desejei, através de vidas muito especiais,que me amam.Estou me afogando no oceano da graça(favor imerecido).Glórias á Deus!
Que este testemunho edifique sua fé,abraço e paz!



Esta postagem é patrocinada por:
www.chocolateemorango.loja2.com.br
 Para comprar meu livro  clique aqui

Edificando em todo lugar..

type