terça-feira, 26 de março de 2013

Jesus,o reestruturador de relacionamentos


'Disse o Senhor a Pedro:Simão,Simão,eis que Satanás vos pediu para cirandar como o trigo,mas eu roguei por ti,para que a tua fé não desfaleça;e tu quando te converterdes,confirma aos teus irmãos.
E Pedro lhe disse:Senhor,estou pronto a ir contigo até a prisão,e a morte.
Mas Jesus lhe respondeu:Digo-te Pedro,que não cantará hoje o galo,antes que três vezes negues que me conhece.''-Lucas 22:31-34

Domingo,recebi da minha pastora a honra de ministrar a Palavra no culto da família,á noite.Como sempre,tal responsabilidade me deixa agitada ,desde que recebi o convite,o restante do Domingo,foi apenas para meditação,busca e o preparo da mensagem;aos poucos o Espírito Santo foi guiando meu coração,com textos que falavam sobre relacionamentos interpessoais,do quanto é difícil nos relacionar,mas que no que depender de nós devemos ter paz para com todos.Não era apenas uma inspiração aleatória,nem teórica,eu mesma fui marcada na última semana com uma experiência pessoal  no relacionamento com pessoas muito importantes para mim,que quase foi posto a perder por causa de um rompante meu;o Senhor porém me tratou,me ajudou a consertar as coisas,e agora desejava que usando do meu próprio exemplo,misturado com os exemplos da Palavra, eu passasse a lição a diante.
Já faltavam poucos minutos antes do microfone ser passado para mim na Igreja após um louvor maravilhoso,e o Senhor me forneceu a mensagem central da ministração:A maneira como Jesus reestruturou o relacionamento com Pedro,num momento delicado e crítico.
A Palavra de Deus é faca de 2 gumes,quanto aprendi,e quão viva e emocionante foi aquela mensagem para mim mesma enquanto eu ministrava!Quanta semelhanças vi entre o texto bíblico e o incidente que me ocorrera!Vou me esforçar para resumi-la aqui.
Pedro andava com o Senhor já há 3 anos,tivera muitas e muitas experiências boas com Ele;andou sobre as águas,recebeu a revelação de que era uma pedra,uma rocha,e que sobre aquela rocha a Igreja começaria a ser edificada após a  morte,ressurreição e ascensão de Jesus.Ele amava ao Senhor,isto era fato,e este amor o fez crer que já estava pronto pra ir com Jesus até a morte.
Na conversa entre eles,que abre esta postagem,o Senhor dá uma alerta a Pedro:Satanás havia pedido permissão para testa-lo,para coloca-lo a prova.Aprendo aqui  em primeiro lugar que o diabo sempre precisa de permissão para mexer connosco;neste caso,a permissão provavelmente havia sido dada pelo Pai,como outrora aconteceu com Jó,e Jesus,preocupado,revelou-se Sumo sacerdote,intercedendo por Pedro,para que ele sobrevivesse aquele teste,sem morrer na fé. 
A segunda coisa que aprendo é que havia um motivo para que Deus Pai e Jesus permitissem que Pedro fosse cirandado:ensinar-lhe lições sobre suas próprias limitações,e não somente a ele,mas através da sua experiência,mais tarde ensinar a seus irmãos.
O terceiro ponto que me chama a atenção,é que Jesus usou o termo:quando te converterdes
Certamente Pedro julgava-se de fato convertido,tamanha intimidade tinha com o Mestre,mas agora,a frase colocada num tempo futuro,revelava que Jesus o considerava ainda não convertido-pelo menos não totalmente,não naquela área-e Jesus também sabia que as marcas daquela experiência,o tornaria convertido enfim.
Todos sabemos que Jesus estava certo e Pedro enganado.Que no mesmo dia ele o negara três vezes ,antes do galo cantar;e que um olhar de Jesus,posto sobre ele logo em seguida o fez se retirar do local onde estava e chorar amargamente.
E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus, que lhe dissera: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente.Mateus 26:75
O que me surpreende e comove,é que Jesus não olhou para a traição de seu discípulo,nem para a fraqueza dele,Jesus não queria perder Pedro,e logo após passar pelo abandono,pela dor e morte de Cruz,ressuscitando,mandou chamar seus discípulos para um encontro na praia,e deixou claro que Pedro também deveria ir.
Uma pessoa quando decepciona seriamente  alguém que ama,se desespera pensando que nunca mais será perdoado;que tal pessoa nunca mais vai querer vê-la,mas Jesus não fez assim,Ele o mandou chamar.Jesus foi tão delicado naquela reconciliação,que primeiro desfrutou da companhia de  Pedro e dos outros  discípulos sem tocar no assunto,assou peixes ,jantou com eles e somente após o jantar,iniciou um dialogo perguntando:
_Pedro,tu me amas?
A pergunta foi feita três vezes,exatamente a mesma quantidade de vezes em que Pedro o havia negado,e após cada resposta,o Senhor acrescentava:
Apascenta as minhas ovelhas..
Perguntar a alguém ,se esta pessoa nos ama,logo após ser ferido ou decepcionado por ela,é como dizer:
''-Você ainda quer se relacionar comigo?Nosso relacionamento é ainda importante para você?
Dizer :''Apascenta as minhas ovelhas'' após ouvir um sim como resposta,para mim,é como dizer:
_Então vamos zerar o ocorrido,vamos prosseguir de onde paramos,vamos dar continuidade ao plano que tenho para você e através de você.
Amados,após aquela reconciliação,no dia de Petencostes Pedro ganhou para o Senhor  Jesus ,num único discurso aproximadamente 3 mil almas,isto não teria ocorrido,se Jesus não tivesse se importado em reestruturar o relacionamento entre eles após a fraqueza de Pedro.
Dia desses,também eu precisei ser perdoada.E a pessoa em questão agiu exactamente como Jesus:procurou maneiras de mostrar-me um perdão sincero,pois não queria me perder.Eu,por minha vez,me amargurei como Pedro por dias,também havia sido avisada,em 2 sonhos,que seria ''cirandada'',e me surpreendi ao notar o quanto ainda precisava de conversão em determinadas áreas!Mas também amava esta pessoa,e senti-me mau,esta pessoa era minha pastora.
Meu relacionamento não foi perdido porque escolhi pedir perdão e ela  escolheu me perdoar tão sábia, natural e sutilmente como Jesus fez com Pedro.De outra maneira,muitas outras áreas sairiam prejudicadas e neste momento eu estaria totalmente destruída.
Nada como uma enxurrada de  perdão para lavar toda a lama da amargura em nós.Águas que saram!
Muitos de nós,precisamos aprender com Jesus e com Pedro a não jogar relacionamentos fora por causa de incidentes do meio do caminho;seja entre pais e filhos,amigos,marido e mulher,namorados..
Eu tenho aprendido do Senhor,tenho sido marcada por Ele..que este relato seja inspiração para seus relacionamentos também.
Abraço e paz!
*Esta postagem é um oferecimento de:
www.chocolateemorango.com.br

6 comentários:

Gisley Scott disse...

Como ouvir dizer uma vez: Vamos atacar o problema e não a pessoa.Vamos jogar a água fora da banheira mas mantenha o bebê.

Às vezes esses testes vêm para mostrar aos outros e à nós mesmos do que o nosso amor é feito.Se é fogo de palha ou se está fundado e arraigado num Amor Maior, o amor de Cristo.

Obg por essa palavra e só pra variar(hahaha) eu precisava muito disso.Deus como sempre te usando com muita sabedoria.

Obg vaso, dá mais lugar aí pra gente se alimentar das delícias do Papai!

amo_receitas disse...

Quer ganhar dinheiro com o seu blog trabalhando 1h por dia?? acesse: http://www.ganhosweb.com

Elisabete Delfini disse...

Obrigada pela linda mensagem
abraços

Evanildo Vieira disse...

É verdade só jesus salva,reestrutura e liberta...
Texto muito lindo...

Eduardo Nagai disse...

Gostei muito deste texto, parabéns, nunca tinha pensado nessas passagens da bíblia dessa maneira.

Que Deus te abençoe.

Priscila Grah disse...

Muito edificante! Tenho certeza que estas palavras vieram diretamente do Espírito Santo de Deus! A Paz!

Edificando em todo lugar..

type