sábado, 23 de janeiro de 2010

Relacionamentos desgastados


Não há no mundo pessoa que suporte viver sozinho,sem conversar com ninguém,sem interagir,sem dar boas risadas com o outro.
Até há pessoas que são ''pra dentro'',falam pouco,riem pouco,e tem automaticamente poucos amigos,mas uma pessoa que nunca se comunica com o outro,é difícil,se existir,deve sofrer demais e precisa ser trabalhada na auto estima.
Já reparou que até pra começar a falar conosco Deus usa de outros homens?Primeiro,ele atrai nossa atenção para um de seus servos,seja um pastor abençoado,um irmão que admiramos,enfim,alguém em quem possamos ''nos espelhar'',e através dela,conhecer o Senhor.Muitos passam a vida toda conhecendo Jesus só através do outro,poucos são os que aprendem a ir ao altar com suas próprias pernas,orar com sua própria voz,conhecer a Palavra estudando-a interessada e pessoalmente.
Precisamos reconhecer nossa raça,nos encontrar num meio social que tenha a ver conosco,é natural,que nós seres humanos,assim como os demais animais criados por Deus,desejemos conviver com outros de ''nossa espécie''.
Relacionar-se é algo maravilhoso,ter amigos,ter um amor,ter uma profissão,ter um ministério,precisamos!
O problema é que o ser humano é complexo,deixa os relacionamentos se desgastarem,e muitas vezes por bobagens.Jacó chegou na casa de seu tio Labão,fugindo de um relacionamento de rivalidade e inveja com seu irmão gêmeo Esaú,e foi maravilhosamente bem recebido.
Quem é que não gosta de ser recebido ao chegar em uma Igreja,em um trabalho novo,ou na casa de um parente?Terrível coisa é chegar em um lugar e sentir-se indesejado,é perceber a pressa que o outro tem de irmos embora,ou que não temos espaço ali.
O problema,é que com o passar do tempo,uns começaram a notar,por causa da convivência diária,os defeitos dos outros.Labão tornou-se um explorador na vida de Jacó,vendo-o trabalhar tão produtivamente,não lhe deu salário,mas sim suas filhas como esposa em troca de 14 anos de serviço.Ao fim dos 14 anos mudava sempre o salário combinado buscando levar vantagem
Gen 31:8 - Quando ele dizia assim: Os salpicados serão o teu salário; então todos os rebanhos davam salpicados. E quando ele dizia assim: Os listrados serão o teu salário, então todos os rebanhos davam listrados.
.Além do mais,já não olhava seu genro com bons olhos,mas ''de cara feia''.Que tristeza de convivência!Acordar sabendo que alguém vai te olhar torto,vai procurar motivos de acusação contra você e injustamente!
Não vou me alongar na história de Jacó,embora ela seja um ótimo exemplo:seu relacionamento com o pai era difícil,porque o pai gostava mais do irmão;com o irmão era difícil,porque eram muito diferentes,e por duas vezes Jacó enganou Esaú;com a esposa Lia era difícil,porque ela percebia que o amor dele pela esposa Raquel era maior,inclusive,Raquel e Lia também se relacionavam com dificuldades por disputar as atenções do marido.Isso sem contar os cunhados dele,filhos de Labão,que o invejavam por causa do sucesso que tinha em tudo o que fazia!
Espero que você tenha percebido o quanto os desacordos que tem com sua família,são naturais,comuns;e o que quero incitar com este post é a importância de zelar por nossos relacionamentos;não permitir que a intimidade nos roube o respeito pelo outro,seja este outro um conjugue,um sogro ou sogra,um patrão,um colega de serviço,um irmão, um filho ou um amigo.Tenho uma irmã extremamente nervosa,muitas vezes com a cara fechada,explode fácil,mas não conheço outra pessoa mais dedicada a nós que carregamos o seu sangue,como ela,e depois de tantos anos de convivência,já aprendi a fazer minha parte para que nada destrua nosso respeito e amor de irmãs.O tempo me ensinou a respeitar as diferenças dos que amo e quero perto de mim,todos os dias é dia de suportar a fraqueza do outro,para preservar o amor...ninguém é tão auto suficiente(nem quando serve a Deus)que nunca precisou de ninguém.Renove seus relacionamentos,principalmente aqueles dos quais não pode fugir,mude os hábitos!
para meditação:
Mateus 20:26 Não será assim entre vós; mas todo aquele que quiser ser o primeiro,sirva a todos.
Romanos 14:13 Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão.

19 Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação de uns para com os outros.

5 comentários:

Laura Pinheiro disse...

oi ale, voce citou um fato que acho que acontece com todos, pois a vida cotidiana nos faz as veses não suportar um ao outro, eu por exemplo to sendo muito humilhado por minha cunhada, ela se acha demais, e ta dificil segurar, to vendo a hora da gente descuti feio, to só engolindo, mas tá dificil, vou tentar seguir seus conselhos!

big bjão!

Déia disse...

Olá! Parabéns pelo texto, muito bom. Abraço.

Luciano Júnior disse...

Olá amado irmão. Parabéns por este Blog. Que Deus te abençoe e te guarde. Visite o meu Blog por favor:

http://bondososalvador.blogspot.com/

A Paz do Senhor!

Geani disse...

Parabéns pelo texto e pelo exemplo biblico. Tbém passei por isso com a familia de meu esposo, minha sogra e cunhada sempre me perseguiram, desde o tempo de namoro. Falavam mal de mim pelas costas e ñ perdiam uma oportunidade de me humilhar. Os anos passaram, e elas levaram muito "troco" da vida, mas continuam as mesmas, e o pior, vivem dentro da igreja. Eu, parei de me confrontar c/ elas e hj apenas as evito, existe um relacionamento de tolerância de minha parte, porque já fui muito magoada. A gente amadurece e o importante é não permitir que pessoas amargas destruam nossas vidas com seu veneno. Se não pode mudá-las, ou suportá-las, afaste-se delas.

Anônimo disse...

Marcos Tadeu Cardoso é autor de um livro excelente, ele fala sobre os relacionamentos é um escritor, o autor do livro A LINGUAGEM CORPORAL NOS RELACIONAMENTOS E PAQUERAS.

Edificando em todo lugar..

type