quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Vigiando..


Deuteronomio 31:
20 Porque introduzirei o meu povo na terra que jurei a seus pais, que mana leite e mel; e comerá, e se fartará, e se engordará; então se tornará a outros deuses, e os servirá, e me irritarão, e anularão a minha aliança.
21 E será que, quando o alcançarem muitos males e angústias, então este cântico responderá contra ele por testemunha, pois não será esquecido da boca de sua descendência; porquanto conheço a sua boa imaginação, o que ele faz hoje, antes que o introduza na terra que tenho jurado.

Quando leio esta Palavra,no livro de Deuteronômio,várias coisas se passam por minha cabeça e um temor triste inunda meu coração.
A situação aqui era a seguinte:depois de tanto tempo peregrinando no deserto,num misto de lutas ,desconforto e milagres,o povo de Israel finalmente estava ás portas de tomar posse da grande bênção que Deus lhes prometera:A terra de Canaã,terra de fartura e conforto.
No entanto,antes mesmo deles entrarem,baseado no que via acontecer no futuro,uma vez que o olhar do Senhor enxerga muito além do nosso,o Senhor bem sabia que após se acostumar,com a rotina de uma vida próspera,o povo se ensorbebeceria,e esqueceria os mandamentos do Senhor,indo após os deuses das outras nações.
Esta palavra me causa temor e tristeza,mas também me deixa de sobreaviso a vigiar sobre meu próprio coração.Desejamos tanto de Deus,prometemos fidelidade eterna a Ele quando habitamos em terra seca e árida;mas muitas vezes,é justamente quando alcançamos nossos objetivos e sonhos que nos sentimos auto-suficientes,e começamos a achar que não mais precisamos Dele.
Quando um homem,uma mulher ou um jovem ungido começa a se afastar do Senhor?Quando ir a Igreja começa a parecer banal?Quando orar,começa a parecer desnecessário?
Talvez muitas pessoas já se afastaram tanto de Deus que hoje julgam impossível ter de volta o mesmo coração sensível e quebrantado..
Não sou eu uma pessoa obcecada em cuidar da saúde física,mas uma coisa é certa,vigio sobre minha saúde espiritual.
Sou a primeira a notar quando me vejo fria,endurecida,preguiçosa,insensível a Deus,e ,por causa de uma alma apaixonada pelo Senhor,imediatamente me vejo a pedir cura e restauração.
Muitos se escondem atrás de seus ministérios pra disfarçar uma vida com Deus totalmente fria,muitos continuam religiosamente a ocupar seus cargos na Igreja,a manter uma postura de crente incorrigível,mas a vida pulsante batendo do compasso do Espírito Santo já se esvaiu faz tempo...são almas mortas,num corpo que aparenta vida.
Eu ainda prefiro admitir minhas crises,pois elas existem.Ainda prefiro apresentar meus pecados,pois de outra maneira eles me separarão do Senhor;ainda prefiro me desesperar em demasia quando me percebo com dificuldades de dobrar os joelhos e orar rasgadamente,do que achar que dá pra viver sem essa comunhão...não quero ser um sepulcro caiado,não quero viver das glórias passadas,não quero servi-lo por obrigação,religião,hábito ou apenas porque Ele me supre as necessidades,mas porque me apaixonei por este Deus ainda menina...essa é a menina que Ele quer encontrar em mim sempre,tenho certeza. Amadurecida pelos anos,fortalecida pelas lutas,mais preparada para as adversidades,porém faminta do seu amor,como aquela primeira menina.
Que eu jamais me volte a outros deuses,que eu jamais me esqueça de onde vim,que minhas palavras de adoração não se resumam em lisonjas religiosas...quero te adorar,reconhecer e amar pra sempre porque ÉS Digno Senhor...eu e minha casa te serviremos.
para meditação:
Apocalipse 2
4 Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor.
5 Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.

4 comentários:

Monalisa disse...

Ai Alê, você consegue sempre transmitir o que sentimos e não dizemos. Como sempre, essa mensagem chegou ao meu coração de forma especial.
Beijinhos!

Dijandira disse...

Artigo forte! A nossa vida espiritual é mais importante que tudo por isso temos que zelar por ela. E não importa se estamos passando por momentos bons ou maus, a cede em buscar a Deus continuar. Não podemos nos apegar as coisas desse mundo, e o principal, temos que reconhecer que Deus nos tirou da escuridão e hoje temos luz graças a sua imensa misericórdia. Não podemos deixar que nada tire esse brilho. As lutas continuarão, no decorrer do tempo o inimigo tentará colocar frieza, moleza, orgulho; procurará um espaço para entrar na nossa vida porque ele nos odeia por servirmos a Deus. Enquanto vivermos nesse mundo sempre precisaremos nos revestir de poder, não podemos lutar sozinhas, pois será uma luta injusta. Temos que vigiar, orar, jejuar, manter uma comunhão constante com o Senhor Jesus; e assim nos manteremos na fé, cheios do Espírito Santo, e nada poderá nos deter. E Deus será com agente.

“No dia em que eu te invocar retrocederão os meus inimigos; isto eu sei, que Deus está comigo” (Salmos 56:9).

Thaty nogueira disse...

Infelizmente alguns ministérios têm sim servido de esconderijo pra uma vida distante de Deus... atrás de uma aparência se encontra um coração vazio...
Que prossigamos em conhecer ao Senhor mais e mais pra que nossa vida reflita de verdade a Sua vida em nós!

Laura Pinheiro disse...

oi ale, lindo demais amei, e fortissimo, e é isso que acontece mesmo, "arrogancia espiritual"
temos que vigiar pra não cairmos nesta.

ale to montando mais um blog, este é bem diferente, e terá varios autores, o tema e mesmo neste estilo deste post seu, o blog se chama contra-mão, ou seja nos andamos na contra mão do mundo, quero postar lá somente textos que faz as pessoas refletirem sobre sua vida, e suas atitudes diante de Deus, gostaria que vc aceitasse a participar deste blog sendo uma das autoras, tenho a ideia de chamar vc a laudiceia, o falbo e o Pr Julio, me mande uma mensagen se aceitar!

fique na paz!

Edificando em todo lugar..

type