terça-feira, 30 de novembro de 2010

Endurecer a *cerviz

*cerviz: A parte posterior do pescoço, a nuca; cachaço.
P. ext. Cabeça, pescoço.

Porém Asa se indignou contra o vidente, e lançou-o na casa do tronco; porque estava enfurecido contra ele, por causa disto; também Asa, no mesmo tempo, oprimiu a alguns do povo.
E eis que os atos de Asa, tanto os primeiros, como os últimos, estão escritos no livro dos reis de Judá e Israel.
E, no ano trinta e nove do seu reinado, Asa caiu doente de seus pés, a sua doença era em extremo grave; contudo, na sua enfermidade, não buscou ao SENHOR, mas antes os médicos.2Crônicas 16:10-12

Vira e mexe me deparo com a história do rei Asa,e ela é sempre inspiradora,tanto no sentido de renovar a minha esperança a despeito das bênçãos de Deus,como na exortação a nunca se orgulhar diante de uma repreensão Dele.
   Na verdade,uma repreensão,vinda de quem quer que seja é sempre um risco de desistência por parte do repreendido.É mesmo muito chato ser repreendido,em público ou em particular.Nosso ego na hora reage,dolorido,e nos faz assumir uma condição de vítima;isso acontece comigo ou com você.E quantas são as circunstancias da vida que nos coloca diante de uma repreensão!Vejo que o Gabriel,meu filho,se dobra diante da minha repreensão,mas o mesmo não acontece com algumas outras pessoas que o repreendem,e isto talvez aconteça,porque sempre explico razão e consequencia ,e porque ele sabe que não repreenderei se o motivo não for de resultado positivo.
  Mas ainda está fácil -contando que tem apenas 6 anos-quero crer que ele nunca me dará  trabalho nesse sentido,mas  pode ser que a adolescencia e /ou vida adulta o modifique.Existem pessoas,que em algum momento dão um basta nas repreensões,e isto é até compreensível,nós homens diríamos que este tem razão,pois uma hora todo mundo perde a pasciencia com as exortações.
   Observemos porém,que este momento se dá- no geral-  justamente quando este indivíduo se acha independente o bastante de seu repreensor.Pode ser que ele deixe de se submeter ás repreensões dos pais quando se vê maior de idade ou se sente adulto-ainda que esteja equivocado;pode ser que o indivíduo deixe de obedecer ao patrão quando já tem outra oferta de emprego em vista,ou juntou o bastante para trabalhar por conta;pode ser que o membro deixe de se submeter ao pastor quando já se vê super espiritual,ou acredita pregar melhor que este,assim como dirigir melhor a própria Igreja...e o mais perigoso:pode ser que paremos de dar ouvidos as repreensões do Espírito justamente quando Deus começa a nos honrar e conduzir a posições elevadas,tendo a falsa sensação de força.. 
    Asa foi um rei que acertou da primeira vez,recorrendo ao Senhor,e errou ,da segunda,recorrendo ao homem;ao ser exortado,por parte de Deus através de um profeta,ao invés de se arrepender e admitir que errou,''ele endureceu a cerviz''.Cerviz é a parte de nosso pescoço flexível,que nos permite ''nos dobrar'',dizer que alguém endureceu sua cerviz é o mesmo que dizer que esta pessoa não soube abaixar a cabeça para se humilhar.A Bíblia nos mostra o tempo inteiro,que Deus considerava seu povo um povo de dura cerviz,o que foi motivo de muito aborrecimento  para ambos os lados e aplicação de  castigo.
   Asa virou as costas para o Senhor,e seu orgulho chegou a tal ponto,que doente dos pés,recorreu a muitos e muitos médicos,mas não foi capaz de fazer uma única oração pedindo a ajuda de Deus,até que esta doença o levou a morte.
   O que separa a humanidade de Deus,não é nada além do que seu orgulho de chegar diante Dele e confessar pecados,se dispondo a uma nova vida.O que faz enfermar e morrer um bom cristão,seja este quem for-simples membro,obreiro ou pastor-é achar que já aprendeu tudo o que tinha para aprender,é pensar que esta acima do bem e do mal.
   Mas a Bíblia diz queO Homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz, de repente será destruído sem que haja remédio.Provérbios 29:1
    Tenho me esforçado para ser flexível ao Senhor e aos meus líderes,posso garantir que ás vezes fico brava,falo bobagens só pra Deus ouvir,ou no máximo,meu marido...mas por fim,quando me dobro,entendo como é boa a sensação de estar no centro da vontade de Deus,de quantas armadilhas fico livre andando em obediência e que a submissão aos homens de Deus que me dirigem,me tornam confiável aos olhos de todos...abraço e paz!

3 comentários:

Emerson Santos disse...

Ola, gostei muito deste teu comentário e me lembrei de meus filhos querendo teimar, mas obedecendo no final. Precisamos aprender que o ato de obedecer é algo muito importante para alcançarmos as promessas de Deus em nossas vidas e o ato de confiar em Deus é algo muito valioso.

Deus te abençoe muito.

Socorro Rocha disse...

Gostei muito de seu comentário, aprendi bastante obrigado!

Socorro Rocha disse...

Gostei muito de seu comentário, aprendi bastante obrigado!

Edificando em todo lugar..

type