domingo, 25 de outubro de 2009

Cap. 6:Idolatria Escondida-parte3

***Você lerá agora o último trecho do Cap.6 do livro que escrevi''Sobre Tudo O Que Se Deve Guardar,Guarda O Teu Coração''(todo o livro será postado continuamente nesse blog.)trata-se de um testemunho real,relacionado a vida sentimental de uma jovem cristã.


Se a Bíblia condena o falar demais,não seria esta uma lição da qual Deus pouparia nossa personagem em aprender.E muitas vezes aprender uma lição exige mais do que teoria,tem que doer na prática,tal qual ''colocar o dedo na tomada''.Mas dominar a língua também não é uma lição que se possa aprender uma única vez,é necessário vigilância. Um salmista lembrou-se disso e deixou registrado entre os salmos,a seguinte oração;''põe um anjo de luz a porta dos meus lábios.''
Houveram dois homens mencionados na Bíblia a quem Deus conservou mudos até o devido tempo de falar;O profeta Ezequiel e Zacarias ,pai do profeta João Batista.
O primeiro deles porque Deus lhe deu a comer as palavras escritas no rolo do Livro-as próprias palavras de Deus-que foi doce ao seu paladar,tal qual a Bíblia é doce para todos o quanto a amam,portanto,ou ele falaria as palavras de Deus,ou bem falaria suas próprias palavras,então Deus o deixou com a língua grudada ao paladar até o devido tempo de falar através dele.O que tiro como exemplo aqui,é que antes de Deus começar a falar por meio de um profeta,ele ensina tal profeta a calar a voz de sua própria carne,pois de uma mesma fonte não pode jorrar agua doce e agua amarga.
O segundo homem,Zacarias,foi porque ele duvidou do que disse o anjo Gabriel-que sua esposa Isabel,já de idade avançada tal como ele próprio,lhe daria um filho,que se chamaria João Batista e seria grande diante de Deus.Ele ficou mudo até o nascimento do menino,talvez porque se falasse demais viesse a perder sua bênção,confessando duvida mais de uma vez,ou contaminado pela duvida de outros,que também pensariam ser tal coisa impossível,enquanto não começassem a ver a barriga de Isabel crescer.
Também o profeta Jeremias escreveu no livro de Lamentações um versículo interessante;''Bom é para o homem suportar o jugo em sua mocidade,assentar-se solitário e ficar em silencio, porquanto Deus o pôs sobre ele''-Lamentações de Jeremias 3;27-28-
O próprio Jesus as vezes fugia das multidões para estar sozinho.O silencio quase sempre nos ajuda a ouvir melhor a voz de Deus,e nos livra de cometer grandes injustiças.
O problema dela porém,não foi apenas falar demais,foi também dar ouvidos a um coração enganoso.No fundo pensava que quando Erivelto estivesse de novo sozinho,poderia lhe dar uma chance.Sonhara com isso diversas vezes,mas a receita falhou.Ela amargou o que sentia por ele e o desprezo dele por ela anos ainda.
Michelli,depois disso mudou de Igreja,deixando um peso enorme na consciência de nossa personagem,que até tentou pedir perdão,mas recebeu em troca uma resposta assim da amiga;''É fácil pedir perdão,você tira o peso dos seus ombros e transfere a responsabilidade para mim.Eu te perdoo,mas nunca mais seremos amigas como antes,pois não confio mais em você.''
Com Erivelto,foi muito pior;não houve um confronto imediato,mas o desprezo dele por ela era visível.Além disso,nessa época ele parecia estar vivendo uma verdadeira crise existencial;via mil defeitos na Igreja como um todo,e talvez sentisse uma atração fatal em conhecer um pouco mais a vida de um rapaz da sua idade,lá fora,no mundo.Ao completar 18 anos,foi convocado para servir o Tiro de Guerra,e a aproximação com os outros rapazes na concentração,mundanos,o deixara mudado.Por um período razoavelmente longo,deixou de frequentar a Igreja.
Enquanto ele permaneceu fora da Nikkey,ela foi sua intercessora fiel junto ao trono da graça de Deus.Não se conformava com aquele Erivelto mundano,pois o havia conhecido na Igreja,e se espelhado na sua espiritualidade muitas vezes.Um dia,a madrasta dela,que percebia toda a sua dedicação em orar por ele, chegou do culto, um dos raros onde ele se fez presente,contando que uma ousada missionaria convidada naquela noite para ministrar a Palavra apontou o dedo para ele e lhe disse;-''Você só esta de pé hoje porque alguém tem intercedido por você.''Nossa personagem sabia que o mérito não era só dela;Silma,a mãe dele,também desejava muito ver o filho de novo firme com o Senhor,mas ninguém melhor que Deus para saber o quanto,era aflita e verdadeira a intercessão daquela joven que o amava.
Com o tempo ele foi voltando,porém nunca mais para a amizade,nem para o amor dela.
No mesmo período foram surgindo outros jovens no grupo.As primeiras a chegar foram Íris,Olga e Tânia,três irmãs que tiveram afinidade com nossa personagem desde o primeiro dia e que passariam a ser grandes amigas suas.Também surgiram William e seu irmão Wellington,e a juventude Nikkey foi ganhando cara nova;alguns do antigo grupo se afastaram,outros permaneceram,mas já eram bem adultos.Então foi chegando aquele pessoal mais novo,que ela ,como boa anfitriã ,como era recomendação do líder Reginaldo,acolheu e passou a amar muito.
Três lições que ela aprendeu a duras penas e que tratou de colocar em prática nessa nova fase,foram;

1-não servir de ''cupido'' para ninguém;
2-não fazer fofocas,nem participar de intrigas;
3-não disputar um rapaz da Igreja com outra garota.

Ela queria prevenir-se contra confusões.E queria ver o grupo de jovens voltando a crescer e a comunhão sendo conservada.Bem,embora determinada em cumprir a risca suas novas e particulares regras, sofreu um pouco quando percebeu o interesse de Erivelto por Iris,mas lidou com a situação corajosamente,fortalecida pelo Espirito Santo e conformada com a idéia de que além de certamente ele ter escolhido de propósito a amiga mais proxima dela com o intuito de atingi-la,se não fosse Iris a escolhida seria qualquer outra,jamais ela.
Portanto que se calasse aquela dor ingrata no peito para que ela pudesse olhar apenas para o Senhor,Aquele que lhe prometeu amar com um amor eterno.
---------------------------------------------------------

2 comentários:

Laura Pinheiro disse...

legal sua tres regrinhas!

®enata disse...

Pois é minha querida!

As vezes servir de cupido, nos traz certas dores, as vezes incuráveis...e perdas q não pensavamos!

Eu que o diga!

Continuando a Ler...

Edificando em todo lugar..

type