sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Cap.8:Tempo de Amores-parte 3

***Você lerá agora o último trecho do CAP.8do livro que escrevi''Sobre Tudo O Que Se Deve Guardar,Guarda O Teu Coração''(todo o livro será postado continuamente nesse blog.)trata-se de um testemunho real,relacionado a vida sentimental de uma jovem cristã.


Ela se alimentava muito das canções que ouvia em casa e das que cantava com o grupo na Igreja.A adoração a Deus através de louvores sempre foi algo que a rendia totalmente.Podia ter passado uma semana confusa,fria na área espiritual,distante do altar de oração.Mas quando chegava na Igreja,e pegava o microfone ,enquanto sua voz enchia o templo de louvor,todo o resto se tornava em nada.Sabia porque estava ali,sabia a Quem pertencia,sabia que a presença de Deus a consolava e satisfazia.
Um dia porém teve um sonho perturbador.Um índio,que na verdade era um demônio,atirava-lhe flechas,e dizia enquanto gargalhava mostrando dentes amarelos e sujos;'' -Eu vou calar a tua boca.''
Passado algum tempo começou a sentir muita angustia durante os ensaios do grupo.Sentia-se pequena,insignificante,inferior ali.
Percebia que Reginaldo valorizava todos os demais integrantes do grupo,menos a ela.A falta de incentivo do líder era na verdade uma lição á parte que o próprio Deus lhe ensinava,pois era necessário aprender desde cedo,que nem sempre os lideres nos darão o apoio e o incentivo que precisamos na caminhada ministerial.Portanto,quanto mais impercebida pelo homem,mais sincero era o seu louvor e a busca de intimidade com Aquele que é o Único que nos pode revestir de unção verdadeira.Mas não era uma lição fácil de suportar aprender.
Essa revelação a manteve firme até ali,porém a opressão espiritual e as investidas psicológicas do maligno foram grandes e aquele sonho um dia se cumpriu.Saiu da Igreja no meio de um ensaio e depois de ir chorar no banheiro não voltou mais.Após três anos de compromisso estava abandonando o ministério de louvor.
É importante dizer que enquanto estava no ministério,tinha consciência de que deveria exerce-lo como um ato sacerdotal.Precisava estar santificada para ministrar entre Deus e a Igreja.Desejou sempre alcançar a unção que sentia fluir de vozes consagradas como Aline Barros,Ludmilla Febber-que um dia viu cantar pessoalmente-Alda Célia,e outros ícones da época,sendo verdadeira adoradora.E estava sendo conduzida pelo próprio Espírito Santo para isso.
O louvor a Deus era o interruptor que a ''ligava'',quebrantava e preparava para todo o restante,era uma essência em sua alma,parte de si mesma.Porém,como se não bastasse a indiferença do líder,as lutas na carne eram grandes.Queria namorar,sentia carência de beijar,pensava em sexo com frequência,estava em plena afloração hormonal.O louvor saia de seus lábios,que deveriam ser puros-pensava ela-mas queria mesmo era esquecer-se um pouco de tanta santidade e arriscar beijar um ímpio chamado Marcelo,tendo ele namorada ou não,sendo só por ''ficar'',ou conquistando-o para si.
Pensar,ela pensava,mas nunca se atrevera de fato,A Bíblia,boicotava mesmo seus planos juvenilmente maliciosos.Em meio a jejuns e orações,lia a Palavra,onde Deus usava duras passagens para adverti-la de que não era o que Ele queria para ela.Como é duro ouvir ''NÃO''de Deus quando se quer tanto alguma coisa!Mas,se sabia que Deus não aprovava,com que segurança investiria num ato de conquista?( ''Se o Senhor não edificar a casa,em vão trabalham os que a edificam.''-salmo 127;1-)
..Então obedecia,e se afastava dele,mesmo sofrendo,pois além de muito amar,temia o seu Deus.Até aqui,brigava consigo mesma e com a paixão que sentia,e permanecia sendo o que o livro de Cantares diz;''jardim fechado és tu minha irmã,noiva minha;manancial fechado,fonte lacrada.''-Cantares de Salomão4;12-muitas vezes,nem queria ser,é bem verdade,mas era.A ponto de um dia o próprio Marcelo dizer para uma colega de trabalho em comum,que já havia se aproveitado de outras amigas da faculdade que sabia gostar dele,mas que com ela ele jamais faria isso,pois ela era diferente.
Por um lado fora bom saber disso,pois viu que ele enxergava nela a luz e o sal.Não era uma garota com quem se devesse apenas brincar,no entanto,havia a pergunta indignada que não queria calar;
''-Por que ele não se apaixona por mim e pronto?!Por que NINGUÉM se apaixona por mim?''
Nesses momentos voltava-se para Deus ressentida dizendo;
-''Senhor,eu me consagro a Ti,sou tua antes de qualquer coisa,mas isso não quer dizer que eu não sonhe em namorar,casar e ter filhos.Eu quero a minha própria família.''
e as vezes,durante estas angustiosas orações a Palavra revelada lhe dizia;
''Mais são os filhos da mulher solitária do que da casada,diz o Senhor.
Não temas porque não serás envergonhada.
Não te envergonhes porque não sofrerás humilhação;pois teu Criador é o teu marido;Senhor dos Exércitos é o seu nome;e o Santo de Israel é o teu Redentor.Ele é chamado o Deus de toda a terra;
Porque Ele te chamou como a mulher desamparada e de espírito abatido,como a mulher da mocidade que fora repudiada,diz o teu Deus.''-Isaías 54;1-6-
Eram verdades incontestáveis;realmente ela temia passar todos os seus dias envergonhada e humilhada,servindo a Deus sem um conjugue, e a mensagem lida só a amedrontava ainda mais ,pois dizia;''O Senhor é o teu marido,mais são os filhos da mulher solitária do que os da casada'',referindo-se ao fato de que alguém que não tem namorado ou marido se dedica mais inteiramente á Deus e pode gastar-se em ganhar almas para o reino de Deus.O apóstolo Paulo confirma isto no Novo Testamento escrevendo;''A mulher casada cuida em como agradar o marido,mas a solteira em como agradar ao Senhor''-1 Coríntios 7;34.
Outra similiariedade entre ela e este trecho das Escrituras,era que,de fato,Ele lhe havia chamado como uma mulher desamparada e de espírito abatido,como a mulher da mocidade que fora repudiada,ou seja,ninguém quis.Pelo menos até então era o que lhe parecia...
Podia ser um lindo trecho no Livro do profeta Isaías que Deus lhe enviara tentando confortar seu coração,e ela o levava em consideração,exceto pelo fato de que não queria viver apenas para ser honrada ministerialmente.Apesar da grandeza dos planos ministeriais de Deus para ela, e embora quisesse muito que tais planos se cumprissem,também queria marido e filhos.
Deus,por outro lado,nunca disse a ela que não lhe daria marido e filhos,e também não disse que daria.Quem sabe fosse um teste,como o que fez com Abraão ao pedir que sacrificasse seu filho Isaque.Quem sabe Ele a deixasse deduzir que jamais se casaria para ver até que ponto ela o colocaria acima de tudo.Todavia ainda havia uma promessa;

''Bem sei Eu os pensamentos que tenho a respeito de vós,diz o Senhor.São pensamentos de paz e NÃO DE MAL;para vos dar o fim QUE DESEJAIS.''Jeremias 29;11-

''Porque os meus pensamentos NÃO são os vossos pensamentos.Nem os meus caminhos os vossos caminhos,diz o Senhor;
Porque assim como os céus são mais alto do que a terra,assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos,e os meus pensamentos mais alto do que os vossos pensamentos.''-Isaías 55;8-9-

3 comentários:

Lilian C. Sobral disse...

Quando jovens, parece tão difícil esperar em Deus, seguir seu querer... É como estava falando a uma jovem: 'Nessa idade, só se pensa no agora, mesmo sabendo do trágico futuro que seua tão desejada escolha lhe pode trazer'. É tão difícil pensar no amanhã... Mas o que busca em primeiro lugar a Deus, tem TODAS as outras acrescentadas!

Jaki Candido disse...

Muito lindo aqui, chorei lendo este post, realmente é muito dificil ganhar um nao de Deus, me identifiquei muito com o trecho do lider indiferente é muito triste triste msm!! Deus continue te abençoando :D

Laura Pinheiro disse...

oi ale eu me vi nesse trecho, eu na adolecencia era avivada, amava cantar, Deus me usava nos louveres, e de repente tudo começou a desmoronar, as acusaçoes, os irmãos falando coisas que me entristecia...
até que abandonei o grupo, comecei a namorar meu marido, e os dramas da juventude chegaram, duvidas, fé, medo...
e pronto aos poucos eu estava muito longe da vontade de Deus, até que Deus teve que tocar em mim, e como sofri...!
mas tive que passar por isso pra voltar pra Deus!
um dia te conto os detalhes!

seu livro tá uma benção!

Edificando em todo lugar..

type