sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Esperança

     E o rei perguntou à mulher, e ela lho contou. Então o rei lhe deu um oficial, dizendo: Faze-lhe restituir tudo quanto era seu, e todas as rendas das terras desde o dia em que deixou a terra até agora.2Reis 8.
 Hoje pela manhã,após oração,o Senhor me levou a ler 2Reis 8,que fala a respeito de uma mulher sunamita,que ajudava o profeta Eliseu sempre que ele passava pela cidade dando-lhe hospedagem.

Um dia  Eliseu lhe advertiu que viria uma grande fome sobre as terras onde esta sunamita morava e que ela deveria ir embora com sua família,peregrinar em outro lugar,até que tudo voltasse ao normal.
  A primeira palavra que me vem a cabeça quando leio isto,é DESCONFORTO.Imaginei-me na situação daquela mulher,que tinha casa própria,bens,e estava totalmente habituada a vida que levava,de repente tendo que sair em busca de um recomeço.Quantas vezes tive vontade de me mudar de Itajobi,mas quantas vezes o medo me deteve.Na verdade,certa vez o Senhor me enviou a ordem de só sair daqui o dia em que Ele mandasse,e como ainda não mandou,cá estou eu.Mas a ordem da sunamita,era de partida,e por mais que viesse de um profeta,um homem de Deus,posso imaginar quão difícil foi para aquela família ir embora deixando para trás suas terras e bens.
   Eles habitaram na terra dos filisteus por aqueles 7 anos,e então decidiram voltar.Será que contaram os dias para ver aqueles 7 anos findar?Não sei,mas penso que se voltaram,era porque não haviam desistido do que lhes pertenciam.Houve um tempo em minha vida que perdi coisas importantes para mim,e senti falta delas por todos os anos em que não as tive,durante este tempo,refiz o trajeto,ponderei os erros que cometi,busquei humildade e mudança de atitude,e prometi para Deus e para mim mesma que caso tivesse de volta o valor perdido,agiria completamente diferente.
  Toda vez que temos de voltar a algum lugar,é porque nosso coração não estará livre se não resolvermos aquela questão.A sunamita queria de volta as coisas boas que teve,queria de volta seus direitos,e Deus lhe abriu as portas,tocou no coração do rei,que tinha autoridade para fazer ser devolvido a ela tudo o que um dia deixara para trás.
Esta palavra fez meu dia começar cheio de esperança,não sei exactamente ainda o porque de Deus te-la me apresentado hoje,pode ser para mim,pode ser para alguém que lê o blog e precisa de uma resposta...mas uma coisa é certa,Ele é Deus de restituição sim,pode reverter um quadro,fazer com que coisas que o inimigo roubou de nós nos sejam devolvidas...e mesmo quando permite a perda,usa da dor que ela causa para tratar conosco.
  Se há algo que faz muita falta em sua vida,algo no qual você pense ainda hoje todos os dias,esteja apresentando em oração ao Senhor.Ele é Deus que devolve,que consola-nos com seu poder,como um Pai que consola o filho pequeno que perdeu algo do qual gostava muito,muitas vezes comprando algo igual,ou até melhor.
  Que esta esperança esteja em nosso coração,a esperança na bondade de Deus,e a certeza de que Ele fará o possível  e o impossível para ver seus filhos felizes.O mundo diz que não,exige merecimento,o mundo esta descrente...mas a Bíblia nos fala de restituição.
Abraço e paz!

3 comentários:

Anônimo disse...

Papa quer catequisar crianças evangélicas. Defende a colocação de símbolos religiosos nas escolas, entre outros espaços públicos, e o ensino da sua religião para as crianças. A polícia federal apreendeu milhares de panfletos ilegais, encomendados por bispos da igreja católica e contra a candidata do PT. Dilma defende um estado laico, com liberdade para todas as religiões. A interferência do papa nas eleições brasileiras faria parte de um plano da igreja católica para recuperar fieis...

Gisley Scott disse...

O nosso Deus é Deus de proezas.Que oremos para que Ele venha nos dar diariamente os olhos de águia.

O novo sempre gera desconforto,mas se o nosso Senhor vai na frente, sabemos que estamos seguros!

Grande abraço!

Jaki Candido disse...

Oh gloria, Deus mais uma vez te usando pra falar comigo! *-*
Você é uma benção.

Edificando em todo lugar..

type